WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

SESACRE: Transparência zero

Brasiléia, Acre 25.05.2020

Como não bastasse os problemas causados pelo COVID-19 por conta da precariedade na saúde pública, a SESACRE (Secretaria de Estado de Saúde do Acre), que neste momento deveria dar exemplo, passa a fornecer dados incorretos ou incompletos, cometendo várias falhas nos dados contidos nos Boletins Informativos Diários, que trata exclusivamente da SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA COVID-19 NO ESTADO.

Observa-se que em alguns municípios, como em Brasiléia por exemplo, registra 0 amostras em análise, sendo que muitas pessoas procuraram o posto de saúde do município para realizar o exame, o que contraria a informação contida no Boletim Diário.

Por isso, cabe o seguinte questionamento: “Como explicar os contantes acréscimos no número de infectados, uma vez que ha semanas não existem “casos em análise”? Parece bobagem, mas se trata de uma verdadeira omissão estatal não expor de fato o que está acontecendo, no caso, a quantidade de pessoas que estão aguardando o resultado de seus exames.

Sabe-se que um dos deveres primordiais do Estado é o dever da Informação contido no princípio basilar da Publicidade, conforme art. 37 da CF. Desse modo, o Estado deve ser o mais transparente possível nos dados que são disponibilizados ao público. Não há justificativa para que não se atenda a essa determinação constitucional. Não interessa se o material está sendo coletado aqui e encaminhado à Capital. As informações passadas pela SESACRE devem estar em conformidade com a realidade. Ora, esse é um direito fundamental do povo, estar bem informado do que está acontecendo, bem como as medidas que estão sendo tomadas.

 

Contudo, o Fronteira News procurou respostas e obtivemos as seguintes informações:

Segue uma das respostas: 

O laboratório Merieux está passando toda a demanda de exames para o LACEN, ou seja, não está mais recebendo amostras, e a fonte de dados do boletim é o Merieux. Por isso aparece 0 em análise. Mas no LACEN existem amostras em análise. Então provavelmente aparecerão amostras em análise quando a fonte de dados do boletim deixar de ser Merieux e passar a ser LACEN.

Ou seja, o povo não deve perecer nos seus direitos de informações apenas e tão somente por questões de logística do Estado. Não existe justificativa alguma em não informar a quantidade de exames em análise apenas pelo fato dos mesmos estarem sendo feitos na Capital. A população não quer saber quem está realizando exames, mas sim a atual situação do município.

Piarara

Enquanto isso, a população desinformada segue crucificando as gestões municipais: Um prato cheio para toda a oposição que gosta de ficar “nas biqueiras” a procura de falhas, e mesmo sabendo da verdade, as utilizam para suas politicagens.

O fato é que existe uma falha na informação que está sendo divulgada e isso deve ser ajustado o quanto antes, afinal, é dever do Estado (Estados e Muncipios) zelar pela publicação fiel à realidade.

A população já vem sofrendo demais com a incompetência e o caos na saúde pública, e agora ainda tem que se deparar com dados incompletos?

Pinturas Publicidade

Sabemos que o momento é crítico, mas não podemos contribuir para com o desespero.

Odonto Acre

Já é chegado o momento dos “nossos” profissionais assumirem as cadeiras e mostrarem para que vieram.

“Exigimos competência daqueles que nos representa, sabemos que existem bons e dedicados profissionais, mas merecemos estar bem informados”. Desabafou um do povo que fez o teste no dia 19 deste mês e que até agora, consta 0 em análise.

 

Por André Pinheiro

comentarios

Comentários estão fechados.