WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Seis em cada dez empresas sentem impactos negativos da pandemia, segundo IBGE

Brasiléia, Acre

 

Seis em cada dez empresas (62,4%) brasileiras sentiram os impactos da pandemia de coronavírus na segunda quinzena de junho, segundo a Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas empresas, divulgada nesta quinta-feira (30) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Para 22,5% das empresas, o efeito foi pequeno ou inexistente e para 15,1%, foi positivo.

O país tinha 2,8 milhões de empresas ativas do período. As firmas de pequeno porte, com até 49 funcionários, foram as mais afetadas pela pandemia (62,7%), enquanto menos da metade (46,3%) das companhias de porte intermediário, com até 499 funcionários, sentiram os impactos.

De todas as grandes empresas, com mais de 500 funcionários, 50,5% disseram ser impactadas pelas medidas de isolamento social para conter a transmissão do coronavírus.

As empresas da região Nordeste foram as mais atingidas pela crise do novo coronavírus (72,1%), seguido por Sudeste (65%) e Centro-Oeste (62,9%).

Fronteira News Acre - Banner Topo

Setores mais afetados

As empresas do setor de Serviços foram as que mais sentiram impactos negativos (65,5%), com destaque para o segmento de serviços prestados às famílias (86,7%).

O comércio também foi afetado, sendo que 64,1% relataram efeitos negativos e na construção, 53,6%.

Já na indústria, 48,7% das empresas destacaram impacto negativo, enquanto para 24,3% o efeito foi pequeno ou inexistente e, para 27%, o impacto nessa quinzena foi positivo.

Redação FN

Fonte: R7

comentarios
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.