WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

No Acre, gasolina cai R$1, diesel continua o mais caro do Norte e gás de cozinha não mudou a tabela

Atualizado na sexta-feira, 17 de julho, o Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) traz o valor de R$ 6,35 como preço do litro da gasolina comum comercializada em Rio Branco. Ou seja: dez dias depois da redução de 25% para 17% na alíquota do ICMS dos combustíveis, o preço da gasolina caiu até mais de R$1,00 em alguns postos e pode ser encontrada a R$5,89 na Via Chico Mendes.

 

https://www.instagram.com/techvwear/

 

Em Cruzeiro do Sul, os preços da gasolina comum variam de R$6,93 a R$6,95.

 

O litro do diesel comum está custando entre R$7,86 a R$8,48 na capital do Acre, valores que mantém o produto cotado acima da gasolina, mas um pouco abaixo da tabela de antes do decreto. A redução não tirou o Acre dos Estados mais caros para se abastecer com diesel na Amazônia. Ao contrário, o Acre é onde o litro do diesel ainda registra a maior cotação na região Norte no preço mínimo.

 

O etanol está variando de R$5,10 a R$5,88, e, tal qual o diesel, ainda não recebeu um impacto tão forte em seus preços quanto a gasolina.

 

O produto que deveria ser alcançado pela redução do ICMS e até agora continua, segundo a ANP, com a mesma cotação de 10 dias atrás é o gás de cozinha.

 

Em Rio Branco, o preço da botija de 13 quilos varia de R$123,00 a R$ 145,00 e não se vê nenhuma movimentação para que a tabela seja ajustada aos novos impostos.

 

O decreto para redução do ICMS abrange, além dos combustíveis, telefonia e transporte, e foi assinado pelo governador Gladson Cameli com a ressalva de que haverá perdas gigantescas na arrecadação do Estado.

 

https://www.instagram.com/mahoustore/

 

Por Ac24Horas

comentarios

Comentários estão fechados.