WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

No Acre: Com déficit de 50% de pessoal policia civil e PM podem entrar em colapso em 2021

Brasiléia, Acre

O deputado Roberto Duarte (MDB) discorreu nesta quarta-feira (26) sobre o cadastro de reserva do concurso das Polícias Militar e Civil no Acre. Ele lembrou que o governador Gladson Cameli assinou, nas eleições passadas, compromisso de que convocaria os inscritos no cadastro de reserva.

“O déficit de pessoal nas polícias é enorme, acima de 50% na PM e Civil”, disse o deputado do MDB.

Já o deputado Cadmiel Bonfim (PSDB) que também recebeu mensagens pedindo convocação de novos policiais no Acre.

De acordo com o parlamentar que é militar também, atualmente, apenas a metade do quadro de pessoal está preenchido na Polícia Militar. “O PM tem de desdobrar, trabalhar por dois. Essa situação prejudica a população e é preciso reforçar os quadros”, pediu o parlamentar.

O tucano também pediu a convocação de mais uma turma do cadastro de reserva. “A previsão é que até o final do ano que vem é que 800 PMs sejam transferidos para a reserva”, disse, explicando que a reposição ocorrerá somente em 2021, se os candidatos forem convocados agora.

O deputado pediu e os rádios digitais começaram a ser instalados nas viaturas da PM. “Chegaram 315 novos rádios”, disse ele ao agradecer ao governo pelo atendimento rápido da demanda.

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) foi outro que chamou atenção para convocação dos concursados. Ele quer que o tema seja tratado na Comissão de Orçamento da Aleac visando dar a previsão orçamentária para o Estado convocar os profissionais. “Acredito que a principal será a orçamentária”, disse.

Ele repetiu que os deputados precisam criar as condições para que o tema seja tratado no orçamento do Estado porque os concursos foram altamente competitivos e as pessoas são de grande competência, de formação teórica.

Redação FN

Fonte: Ac24horas

comentarios
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.