WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Lula prevê ‘em breve’ a volta da democracia e Morales promete ‘mais uma jaqueta estilo Evo’

Em discussão com outros interlocutores, o ex-presidente do Brasil destacou a “administração maravilhosa” do governo anterior do país.

O ex-presidente Evo Morales prometeu a Luiz Inácio Lula da Silva “outra jaqueta estilo Evo” ao retornar à Bolívia. Queria, assim, agradecer o gesto do ex-presidente brasileiro para destacar as conquistas de sua gestão e os presságios de um “em breve” retorno da democracia ao país.

“Irmão @LulaOficial , agradeço por destacar as conquistas econômicas de minha gestão. Tenho uma ligação muito forte com você: você, o primeiro trabalhador, e eu, os primeiros presidentes indígenas, e ambos fomos agredidos. Ah! Prometo que voltando à #Bolivia enviarei outra bolsa “estilo Evo”.

Vestido com uma jaqueta com detalhes de aguayo no peito, como Morales usava nos quase 14 anos de sua gestão, Lula da Silva concedeu entrevista nas últimas horas em que se referiu à situação na Bolívia.

Seu interlocutor olha para a jaqueta do ex-presidente e responde: “É uma homenagem à democracia que eu acho que deva voltar à Bolívia em breve”, responde Lula da Silva, ex-presidente do Brasil em plena gestão de Morales.

“Porque se há uma coisa de que me orgulho é de ver que, na década que governei o Brasil, fui o primeiro trabalhador democraticamente eleito no Brasil e Evo Morales foi o primeiro indígena eleito na Bolívia e teve uma administração maravilhosa”, acrescentou.

Lula da Silva não pôde participar das eleições vencidas pelo atual presidente Jair Bolsonaro devido a diversos processos judiciais por suposta corrupção. Em 1º de setembro, um tribunal brasileiro anulou um dos nove processos abertos contra ele porque não havia “provas suficientes”.

Ele é amigo de Morales, assim como sua sucessora Dilma Rousseff. “Nunca em sua história a Bolívia teve tanto crescimento econômico e nunca na história da Bolívia um povo teve tanta ascensão social como no governo de Evo”, frisou Lula da Silva.

Morales renunciou ao mandato em 10 de novembro do ano passado, em meio a conflitos políticos que eclodiram no país a partir de “irregularidades” apuradas nas eleições de 20 de outubro pela missão da Organização dos Estados Americanos (OEA) . Ele inicialmente pediu asilo no México e, desde 21 de dezembro, vive como refugiado na Argentina.

Fonte: La Razón

comentarios

Comentários estão fechados.