WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Fonoaudióloga suspeita de torturar crianças autistas: “Demônio chegou”

Investigação apura tapa, paciente trancado e toque em genitais dentro de consultório de fonoaudióloga em Duartina, no interior de São Paulo

A Polícia Civil investiga denúncias de mães mostrando que os filhos autistas teriam sido agredidos, trancados em salas e tocados nos genitais em uma clínica em Duartina, no interior de São Paulo. Além disso, prints de mensagens mostram que a fonoaudióloga, que atendia as crianças, xingava os pacientes.

A profissional se referia às crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) como “filho da puta”, “demônio”, “chato”, “insuportável”, entre outros termos. O G1 teve acesso às cópias das conversas que fazem parte da investigação. “Cagou minha sala inteira. Filho da p***”, disse. Em outra, escreveu: “Demônio chegou”.

As mensagens foram enviadas pela fonoaudióloga em 29/3 e 8/4. Os registros mostram ainda que a profissional não oferecia as sessões individualizadas que tinham sido contratadas e pagas pelas mães.

Denúncia

Uma ex-funcionária contratada como acompanhante terapêutica fez vídeos, fotos e áudios das agressões. Ela decidiu fazer a denúncia na polícia quando viu menino levar um tapa.

O celular da ex-funcionária foi apreendido para perícia do material gravado. O laudo deve ficar pronto nesta semana. O delegado responsável pelo caso, Paulo Calil, afirmou que também apura se foi praticado o crime de tortura.

 

comentarios

Comentários estão fechados.