WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Figurinha do álbum da Copa dobra de preço em 4 anos, alta acima da inflação

O álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 2022 chega às bancas só em 15 de agosto, mas a pré-venda começou já na segunda-feira (18) no site da Panini. A empresa também divulgou o preço dos produtos, que assustou: o álbum sairá por R$ 12 (tradicional) ou R$ 44,90 (capa dura), enquanto o pacote com cinco figurinhas cada custará R$ 4 — o dobro do preço cobrado em 2018 (R$ 2), ano do último mundial.

 

 

A alta do preço das figurinhas superou a inflação acumulada no período, segundo levantamento feito pelo UOL usando a calculadora do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Enquanto os pacotinhos passaram de R$ 2 para R$ 4 entre março de 2018 (mês de lançamento do álbum daquele ano) a junho de 2022 — alta de 100% —, a inflação registrada nesse meio tempo foi de 30,5%.

 

Se fossem reajustados apenas pelo IPCA, os pacotinhos custariam hoje R$ 2,61.

 

O preço do álbum em si também subiu acima da inflação, mas um pouco menos que as figurinhas. Em março de 2018, o produto foi lançado por R$ 7,90; neste ano, será vendido por R$ 12 — valor 51,9% maior. Se o preço fosse corrigido somente pelo IPCA, o álbum de 2022 custaria R$ 10,31.

 

O UOL ainda tenta contato com a assessoria da Panini para perguntar sobre os preços do álbum e das figurinhas da Copa de 2022.

 

E o álbum completo?

 

Quem pretende completar sozinho o álbum da Copa de 2022, mesmo com a escalada dos preços, deve preparar o bolso: será necessário investir pelo menos R$ 548 para comprar um livrinho (R$ 12, tradicional) e todas as 670 figurinhas, ou 134 pacotinhos (R$ 536), nele presentes. Isso se você for muito sortudo e nunca encontrar nenhum cromo repetido — o que, como se sabe, é praticamente impossível.

 

O valor de R$ 548 equivale a quase metade de um salário mínimo, hoje em R$ 1.212. A quantia também se aproxima do preço médio da cesta básica em capitais como Aracaju (R$ 549,91) e Salvador (R$ 580,82), segundo levantamento feito em junho pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

 

Já custou menos de R$ 1

 

Assim como de 2018 para 2022, o preço das figurinhas do álbum da Copa do Mundo também subiu 100% entre 2014 e 2018, saindo de R$ 1 para R$ 2. Entre 2010 e 2014, porém, a alta foi menor:
de R$ 0,75 para R$ 1 (cerca de 33%).

 

Mesmo corrigidos pela inflação, os valores praticados nos três mundiais anteriores não chegam aos R$ 4 anunciados para este ano. Veja a comparação:

 

2010: R$ 0,75, que equivalem a R$ 1,57 hoje;

 

2014: R$ 1, ou R$ 1,66 hoje;

 

2018: R$ 2, ou R$ 2,61 hoje;

 

Também é a primeira vez que o valor do álbum tradicional ultrapassa os dois dígitos, custando R$ 12. Nas três Copas anteriores, o livrinho saiu por R$ 3,90 (2010), R$ 5,90 (2014) e R$ 7,90 (2018).

 

Reação e piadas

 

A divulgação dos preços do álbum e das figurinhas da Copa do Mundo de 2022 também gerou reações indignadas e piadas nas redes sociais. Usuários consideraram os valores altos demais e até cobraram a Panini, ainda que muitos tenham admitido que vão investir na coleção mesmo assim.

 

https://www.instagram.com/techvwear/

 

Por Ac24Horas

comentarios

Comentários estão fechados.