WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Custo da cesta básica de alimentos cai no Acre, mas feijão subiu quase 17% em maio

Em maio, segundo a pesquisa dos custos das cestas básicas em Rio Branco realizada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Acre (Seplag), o valor da cesta de alimentação continua apresentando redução e caiu 1,33%. No entanto, os preços das cestas de limpeza doméstica e higiene pessoal apresentaram reajuste quando comparadas ao custo das cestas em abril.
Apesar da redução da cesta alimentar, o feijão subiu 16,47% no mês e liderou as altas: dos 14 produtos da cesta, 10 tiveram aumento em maio. A manteiga, por exemplo, variou 7,35%, e o leite, produto cujo valor tem sido alvo de queixa dos consumidores, reajustou 6,16%.

 

https://www.instagram.com/techvwear/
Os dados foram coletados em 71 estabelecimentos comerciais, como mercados varejistas de grande, médio e pequeno porte, açougues e panificadoras, distribuídos em 40 bairros da capital.
O custo total da cesta básica alimentar para um indivíduo foi de R$ 495,42, uma queda de -1,33% em relação a abril, conforme tabela abaixo. Houve redução de preços em quatro itens da cesta, sendo do tomate o mais expressivo (-19,37%), seguido pela banana (-4,24%), arroz (-3,21%) e carne (-1,08%). Os demais produtos apresentaram alta, com destaque foi para o feijão (16,47%) e manteiga (7,35%).
Em abril, o feijão foi o item com maior percentual de aumento de preço, cerca de 16,47% em relação a abril, enquanto que o tomate (-19,37%) e a banana (-4,24%) foram os itens que mais apresentaram queda.
“A queda acentuada no preço do tomate corrobora o padrão observado no mês de maio para esse item, conforme o último relatório do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para as 17 capitais onde a pesquisa da cesta básica alimentar também é realizada”, diz a Seplag.
O custo total da cesta básica de limpeza doméstica foi de R$ 63, uma variação de 3,11% em relação a abril, conforme tabela a seguir. Sete produtos sofreram alta, sendo destaque o item detergente, que apresentou variação positiva de 9,86%, seguido pelo sabão em pó (7,77%), sabão em barra (6,20%) e água sanitária (3,43%). Os itens desinfetante e cera para assoalho registraram decréscimo de -2,91% e -0,28 %, respectivamente.
Já o custo total da cesta de higiene pessoal para um indivíduo foi de R$ 21,77, um aumento de 5,26% em relação a abril. Houve elevação nos preços de todos os produtos, com destaque para o item barbeador descartável, que registrou variação positiva de 9,88%, seguido pelo sabonete (9,49%) e papel higiênico.
https://www.instagram.com/mahoustore/

Por Ac24Horas 

comentarios

Comentários estão fechados.