WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Crime de guerra na capital libanesa

Brasiléia, Acre

Por Anônimos..

Amigos me perguntaram hoje sobre a explosão no Líbano. A maioria quer saber “que bomba foi essa”.

Creio que todos já assistiram o monte de vídeos na web e tv. É a explosão mais filmada da história. Poucos notaram o motivo disto. Já havia um grande incêndio no local com grossa nuvem de fumaça cinza. É isso que todos estavam filmando, quando veio a explosão tragicamente linda.

Logo no primeiro vídeo que vi, pensei: ué? Vermelha? Nuvem de fumaça vermelha?

O público em geral não vai se ligar na cor da fumaça, mas é isto que dá a explicação verdadeira. Explosivos militares detonam com enormes nuvens de grossas bolas de fogo lentas que se transformam fumaça preta e sempre com outras explosões secundárias e projéteis voando. Há vários vídeos de depósitos de munições explodindo no YouTube.

Pólvora negra, a dos fogos de artifício gera fumaça branca. A explicação ridícula do governo libanês de se tratar de um depósito de fogos de artifício chega a ser boçal, mas é o que a grande mídia idiota está comprando e divulgando. Todos sabemos que os muçulmanos libaneses são conhecidos pelos seus festivais de fogos de artifício e comemorações de 31 de dezembro… Isso não existe!

Explosão de gás gera uma bola de fogo enorme lenta, ficando acesa por vários segundos e depois mais nada, pois o gás e o oxigênio são totalmente consumidos, não havendo resíduos de carbono ou outros elementos químicos para criar nuvem de fumaça. Recentemente vimos uma destas no Irã.

Silos e armazéns de milho, trigo, fertilizantes, cimento e até café, podem manter pó em suspensão e produzir explosões descomunais. Há vários vídeos no YouTube também, mas por algum motivo, as nuvens de fumaça geradas são cinza, baixas e largas.

Quando me dei conta disto, e por eliminação sobrou o combustível líquido de foguetes. Os mísseis tipo Scud soviéticos, chineses, norte coreanos e iranianos, em todas as suas versões com alcances de 200 km a 700 km são armazenados, transportados e levados para local do disparo com o tanque de combustível vazio.

Apenas após o míssil estar em sua posição ereta de lançamento e apontado é que ocorre o abastecimento. Deve ser rápido, com um sistema de caminhão-bomba hidráulica de alta pressão. É um momento crítico.

Os mísseis à combustível sólido saem de fábrica prontos para uso

O Hezbollah, sabe-se, tem algumas centenas de Scuds de todos os tipos. Eu sempre imaginei que armazenar os mísseis enormes em condição de serem utilizados era uma coisa complicada e segura, mas a quantidade necessária de combustível líquido para cada um deles era uma armazenagem arriscadíssima. Lembre que a região está em pleno verão com muitos dias seguidos em torno dos 40 graus.

Mas para haver fogo, é necessário combustível, calor e oxidante. Quando você acende um fósforo, vela, lareira ou dentro do motor de seu carro, o oxidante é o oxigênio do ar. No caso do combustível de foguete que precisa de queima violentíssima, mas controlada, o oxigênio do ar é insuficiente. Um Scud queima uma tonelada de combustível em 80 segundos, junto com 3,5 toneladas do oxidante denominado IRFNA. Ou seja, é abastecido com 4,5 toneladas destas substâncias perigosas. 100 mísseis, exigem 450 toneladas destes componentes.

E para ninguém ficar surpreso, IRFNA é ácido nítrico fumegante vermelho. Ops, vermelho! Isto confirma se tratar de um provável depósito de combustível líquido de mísseis de um grupo terrorista/partido político muçulmano xiita, inseguro, em área comercial e residencial da capital libanesa: um crime de guerra.

Note: não é a explosão, o crime. O crime é armazenar de dezenas ou centenas de toneladas de IRFNA e combustível naquele local, mesmo que estivesse apenas em processo de descarga e envio para o destino.

Pode ter sido apenas um incêndio acidental ou pode fazer parte da onda de incêndios e explosões em instalações iranianas que deveriam ter alto grau de segurança, mas se mostram vulneráveis. Nenhuma parece ter sido atacada pelo ar. Existem movimentos terroristas internos no Irã, tanto sunitas, como xiitas opositores do regime de aiatolás, e ainda a guerra que não terminou entre o Estado Islâmico e o restante dos muçulmanos, com as tropas xiitas sírias, iranianas e do Hezbollah como combatentes diretos.

Pesquisei explosões de combustível de foguetes no YouTube. Há dois anos atrás houve um acidente após um lançamento de satélite na China e o foguete caiu perto de uma aldeia. Um sujeito estava filmando com o telefone e bingo: nuvem de fumaça vermelha em forma de cogumelo. A foto deste post é um frame do vídeo daquele acidente.

COVER UP – ACOBERTAMENTO

A noite, fontes do governo libanês criaram uma estória sobre a explosão ter sido de nitrato de amônia, base para fertilizantes agrícolas. Bom texto. Convincente. O nitrato de amônia pode explodir em temperaturas a partir de 290 graus. Como havia um incêndio, então está explicação está boa. Mas duas coisas não estão nada boas.

Como dissemos mais acima, fertilizantes podem explodir. O nitrato de amônia misturado com óleo diesel, cria um explosivo caseiro denominado ANFO, que precisa ser acionado por uma explosão menor. Timoty Mcveigh supremacista branco, usou um caminhão com duas toneladas de ANFO para demolir metade de um prédio federal em Oklahoma, em 19/abr/1995. Note bem duas toneladas explodidas com certo afastamento do prédio em uma área pouco edificada.

O governo libanês está falando em 2.760 toneladas de nitrato de amonia. A devastação teria sido muito maior do que foi. Mas as pessoas tendem.a não compreender este tipo de número. Muitas confundem 2 mil toneladas com 2 mil quilogramas. Vamos colocar em.carretas. Sabe aqueles caminhões duplos com 30 metros de comprimento que se vê nas estradas? Carregam 60 toneladas. Este volume de 2.760 toneladas libanesas corresponderia a carga de 46 carretas destas de 30 metros.

A segunda coisa que não bate é a cor da explosão. Há duas explosões de nitrato de amônia bem documentadas. A menor é um teste com pequena quantidade em piso de terra e é amarela-ocre não vermelha. A maior é uma carreta com 20 toneladas que explodiu sobre o asfalto em área urbana, em março de 2019, no interior dos EUA. A fumaça também é amarelo-ocre idêntica a do teste. Não é o piso que dá a cor da fumaça, mas a química do explosivo.

Fronteira News Acre - Banner Topo

Obviamente o governo libanês não pode assumir o combustível de foguete para seu próprio povo ou internacionalmente.

O Hezbollah sempre misturou seus equipamentos militares entre a população cívil como tática de dissuassão, evitando ataques contra tais equipamentos ou provocando mortes de civis, caso haja ataques.

Na última de guerra entre Israel e o Hezbollah, o IDF foi surpreendido npelo fato do Hezbollah ter construído no Sul do Líbano, dezenas de edifícios residenciais onde o térreo era um garagem para caminhão blsnçador de mísseis. A inteligência já havia notado que muitos prédios novos tinham um primeiro andar anormalmente alto e portas de garagem também muito altas, mas isso foi avaliado como tendência arquitetônica devido a grande quantidade de prédios assim.

Durante a guerra, imagens de helicópteros mostram caminhões saindo de prédios residenciais, disparando mísseis contra Israel da frente do prédio ou da esquina imediatamente retornando de ré para sua garagem. Qdo o IDF compreendeu isso destruiu todos os prédios neste estilo e posteriormente foi acusado pelo Líbano e por partidos políticos de esquerda que odeiam Israel, de disparar deliberadamente contra a população cívil do Sul do Líbano.

Redação FN

comentarios
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.