WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Após filas, governo prorroga cadastro único do Auxílio Brasil

Beneficiários precisam manter informações em dia para ter direito a receber o auxílio, que será de R$ 600 até o fim do ano. Veja as datas

O Ministério da Cidadania publicou, nesta quinta-feira (14/7), um novo cronograma para a atualização cadastral do Auxílio Brasil. Os contemplados precisam manter as informações em dia para ter direito ao benefício, que passa a ser de R$ 600 a partir de agosto.

A instrução normativa, publicada no Diário Oficial da União, altera as datas para a verificação periódica dos dados registrados no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais).

  • Segundo a nova regra, famílias com renda por pessoa de até R$ 525, ou seja, duas vezes e meia o valor da linha de pobreza, têm até 13 de agosto para atualizar as informações.
  • Os beneficiários de famílias com renda abaixo da linha da pobreza – renda familiar por pessoa de até R$ 210 – devem aguardar novas datas para a revisão de dados.

Para confirmar se é necessário incluir ou corrigir alguma informação, é preciso verificar o cadastro pelo aplicativo do CadÚnico ou pelo site oficial. Também há a opção de ir até um posto de atendimento. Os endereços estão disponíveis no site.

PEC dos Auxílios

O governo federal começa a pagar, no próximo mês, o novo Auxílio Brasil de R$ 600. O benefício, atualmente, é de R$ 400. A proposta também pretende zerar a fila de beneficiários que ainda aguardam a inclusão no programa social.

Segundo o governo federal, o auxílio turbinado deve começar a ser concedido no dia 18 de agosto e vai durar até o fim de 2022. Durante a votação da proposta, a oposição buscou fazer com que a vigência do Auxílio Brasil de R$ 600 fosse pago de maneira permanente, mas foi rejeitada.

Com a PEC dos Auxílios, o governo pretende injeta R$ 41,25 bilhões em programas sociais vigentes e na criação de novos benefícios a serem pagos este ano, em razão de um estado de excepcionalidade provocado pela escalada da inflação e pela crise nos preços de combustíveis.

Veja os benefícios da PEC dos Auxílios:

  1. Auxílio Brasil de R$ 600 (o benefício atual é de R$ 400 e a proposta prevê aumento de R$ 200);
  2. Vale-gás no valor de um botijão por bimestre;
  3. Auxílio financeiro de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos de carga; e
  4. Auxílio financeiro para motoristas de táxi (valor ainda não definido).

Fonte: Metrópoles

comentarios

Comentários estão fechados.