WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Acre permanece na fase amarela da pandemia de Covid-19 e longe de alcançar a bandeira verde

Brasiléia, Acre

A conclusão do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 divulgada nesta quarta-feira, 19, durante a liberação da nova classificação do nível da pandemia do novo coronavírus no Acre, afirma que o Estado permanece na fase amarela da pandemia, sem mudanças na atual situação do comércio. Além disso, os membros do Comitê garantem que o Acre está longe de chegar à fase verde, uma vez que o número de novos casos, notificações e internações estão aumentando.

A conclusão do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 divulgada nesta quarta-feira, 19, durante a liberação da nova classificação do nível da pandemia do novo coronavírus no Acre, afirma que o Estado permanece na fase amarela da pandemia, sem mudanças na atual situação do comércio. Além disso, os membros do Comitê garantem que o Acre está longe de chegar à fase verde, uma vez que o número de novos casos, notificações e internações estão aumentando.

Os dados coletados que fizeram as regiões permanecerem no nível de atenção foram coletados do dia 2 a 15 de agosto. A ideia do grupo é formar um ambiente harmônico, tanto para o setor econômico quanto para a saúde, priorizando a proteção dos moradores e da vida. Mas, apesar dos esforços elencados pelo Comitê na questão de abertura de leitos e expansão do sistema de saúde no acolhimento dos pacientes da Covid-19, foi observada uma elevação no número de casos da doença.

A manutenção da fase amarela para os profissionais de saúde que fazem parte do Comitê é, na verdade, um alerta. “Não queremos passar uma imagem de que temos a situação controlada, porque o vírus continua entre nós. Novos casos ainda vêm aumentando e caso não haja o envolvimento e cuidado da população, podemos migrar para a bandeira vermelha ou até um lockdown”, disse a coordenadora do Comitê, farmacêutica Karoline Sabino.

Nessa semana, o governo do Acre realizou um workshop com os prefeitos de todos os 22 municípios e foi visto pela equipe que algumas cidades estão em situação crítica da pandemia, sem conseguir controlar os casos da doença.

Ao permanecer na bandeira amarela, continuam valendo as regras para que os estabelecimentos alimentícios e templos religiosos, por exemplo, sigam funcionando seguindo medidas sanitárias adequadas.

De acordo com o Comitê, o Acre se encontra numa etapa de fortalecimento da vigilância de saúde, com objetivo de aumentar os testes. “O que temos hoje é um aumento de notificações, novos casos e novas internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Com base nos sete indicadores, constatamos uma oscilação negativa. Temos nota de 9,27, arredondado para 10, na região do Alto Acre, fazendo com que a mesma esteja na fase amarela”, explicou Sabino.

As regiões Baixo Acre/Purus, Tarauacá/Envira e Juruá também ficam na bandeira amarela, com notas abaixo de 12 em relação à pandemia. “Isso mostra que estamos mais perto da bandeira laranja do que de progredir para a verde. As chances de migrarmos para a fase laranja é muito grande, muito provável”, alerta o Comitê. O Acre não possui, no momento, um cenário controlado da doença.

Redacão FN

Fonte: AC24Horas

comentarios

Comentários estão fechados.