WhatsApp Image 2022-04-14 at 11.32.02
WhatsApp Image 2022-02-09 at 13.20.53
WhatsApp Image 2022-01-08 at 06.02.50
odonto-acre-1024x325-1-300x95
Propaganda GoVista
previous arrow
next arrow

Acre: Oito cidades do estado descumprem decreto para funcionamento de setores durante pandemia

Brasiléia, Acre

 

Ao menos oito cidades acreanas não estão cumprindo com o que determina o decreto estadual que estipula os critérios para os setores voltarem a funcionar no estado durante a pandemia do novo coronavírus. É o que mostra um levantamento feito por um jornal.

O decreto do governo do Acre, publicado em uma edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) na sexta-feira (3), detalha quais instituições e estabelecimentos podem voltar a funcionar em cada nível do plano.

As fases são definidas por bandeiras: a vermelha é de emergência e as demais fases do planejamento são: alerta, simbolizada pela cor laranja; atenção, pela cor amarela e cuidado na cor verde. A cada sete dias, o comitê faz a avaliação das regionais de saúde para definir a classificação por níveis.

Na primeira classificação, que avaliou dados entre 21 de junho a 4 de julho, o comitê que acompanha os casos nas cidades informou que a regional do Juruá, Tarauacá/Envira foi reclassificada para a bandeira laranja, que quer dizer alerta. As demais seguem em emergência.

O levantamento apontou que as cidades de Rodrigues Alves, Plácido de Castro, Xapuri, Brasileia, Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul e Jordão já liberaram os encontros religiosos, mesmo estando a maioria ainda em situação de emergência.

Conforme o decreto, os eventos religiosos em templos ou locais públicos, de qualquer credo ou religião, inclusive reuniões de sociedades ou associações sem fins lucrativos podem voltar a partir da fase amarela com capacidade limitada a 30% do total.

Além disso, tem cidade que já liberou a reabertura de barbearias, salões de beleza e academias, que só podem voltar a funcionar a partir das fases laranja e verde, respectivamente.

Redação FN

Fonte: G1

Fronteira News Acre - Anuncie aqui

comentarios
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.